No dia 22 de março a partir das 19h30 acontece a primeira exibição do ano de 2017 do documentário “Nega que é nega não nega ser nega não”. O evento no Bendito Botequim localizado na Rua José Estevão de Magalhaes 295, Vila Campestre reunirá cases de superação, mulheres negras que protagonizam os mais variados setores da nossa sociedade e público em geral.

O idealizador e diretor do documentário, Fabio Nunez, escolheu o mês de março por acreditar que a mulher negra deve ser lembrada e o seu papel deve ser discutido durante todo o ano, não apenas no mês de novembro onde se concentram as atividades referente ao Dia da Consciência Negra.

Além de assistir ao filme “Nega que é nega não nega ser nega não”, os convidados participarão de um debate com algumas das mulheres negras entrevistadas no documentário.
A iniciativa é fruto da música “Nega que é nega não nega ser nega não”. Outros espaços já exibiram o filme desde o seu lançamento em 2015 no Espaço Itaú de Cinema, entres eles diversas unidades do CEU.

Sobre o documentário

“Neste documentário, professora, veterinária, advogada, juíza, deputada, escritora, jornalista, motorista de ônibus, jogadora de futebol, cantora, atriz, ativista e muitas outras revelam a pluralidade e a força do universo feminino negro.
Numa sociedade machista e racista onde elas sempre são oprimidas e discriminadas “Nega Que é Nega Não Nega Ser Nega Não!” aponta o protagonismo dessas guerreiras. Mulheres que são referência para futuras gerações. Grandes exemplos de resistência e luta contra os persistentes processos de exclusão”.

Vem aí o documentário ‘Nega que é nega não nega ser nega não’
Comentários
Subir